The Beatles

15 curiosidades sobre os Beatles que provavelmente você não sabia

beatles-togetherMesmo considerando a quantidade de informações disponíveis na Internet, ainda existem muitas curiosidades sobre os Beatles que muitos fãs ainda não sabem. Separamos algumas que conseguimos em uma revista dos anos 70. Não pergunte o nome, pois possuímos apenas o recorte, no qual não aparece a identificação da publicação. Essa é mesmo do fundo do Baú! [JC]

A Talent For Loving é o nome de um terceiro filme que os Beatles iriam fazer em 1965, mas após várias ponderações, decidiram rodar. Seria uma comédia-western.

“Baby Jane, I’m Sorry” é o nome de uma música de Paul McCartney, feita em 1965, mas nunca lançada (nem mesmo ensaiada). Adivinhem para quem ele fez.

Paul McCartney Goes Too Far é o nome de um disco solo que Paul McCartney iria fazer em 1968. Apesar dos outros Beatles terem dado o maior apoio, o projeto nunca foi levado à frente.

Abracadabra é um dos nomes que foram cogitados para o novo álbum dos Beatles, em 1966, aquele que viria ser chamado de Revolver.

The Plastic Macs é o nome da banda que acompanha Paul McCartney na música “Coming Up”.

“Annie” é o nome de uma musica composta, mas nunca gravada, pelos Beatles, mais ou menos na época do Sgt. Pepper, em 1967.

Freddie Astaire, o famoso ator, teve uma música de Paul McCartney dedicada a ele. É “You Gave Me The Answer”, do LP Venus and Mars.

“Baby Don’t Go” é o nome da música que John Lennon cantou com Frank Zappa e The Mothers of Invention no Filmore East, em 1971. Era uma das músicas favoritas dos Beatles nos ‘early years’.

“Badfinger Boogie” era o nome provisório da música “With a Little Help From My Friends”.

Beat Comber era o pseudônimo usado por John Lennon quando ele escrevia para o jornal Mersey Beat.

The Beatmakers foi o nome de uma banda formada pelos Beatles e Gerry and The Pacemakers. Eles tocaram juntos uma única noite no Litherland Town Hall, em Liverpool, em 1961. George tocou guitarra, John o piano e Paul ficou na guitarra base.

Elisabeth Beresford é o nome de uma fã de 16 anos que, em 1967, Paul chamou para tomar chá em sua casa. Segundo a história, publicada em diversas revistas e jornais da época, ele a havia perguntado se sabia cozinhar, uma vez que ele estava sem empregada. Ela respondeu que sim e eles almoçaram juntos. No dia seguinte, os jornais ingleses publicavam declarações dos pais da garota, exigindo que Paul se casasse com Elisabeth. Paul negou toda a história e nunca mais convidou fãs para tomar chá.

Body Count é o título de um livro lançado  pela fã Francie Scwartz, que afirma ter tido relações sexuais com Paul McCartney, especificamente no capítulo “He Loved Me Yeah, Yeah, Yeah”. Em algumas biografias, ela é apontada como o pivô da separação entre Paul e Jane Asher e afirma-se ainda que Paul a teria contratado como secretária na Apple.

“Broken Arrow” é o nome de uma música cantada pelo Buffalo Springfield, na abertura do show dos Beatles no Hollywood Bowl, em 1966.

Caleb é o nome de um astrólogo contratado pelos Beatles em 1968 para trabalhar na Apple. Sua função: horóscopos e previsões com o I Ching.

Comente

Clique Aqui Para Comentar

Quer comentar?