Planeta Música The Beatles

O que há de “Beatles” no novo disco de Eric Clapton

eric clapton i still do
Muito se comentou sobre o I Still Do, novo álbum de Eric Clapton, nas comunidades sobre os Beatles. Segundo afirmações, haveria uma participação póstuma de George Harrison na guitarra e vocal. Bom, Eric Clapton tem negado essa participação, mas mesmo assim, é um disco que vai um pouco além nas referências aos Beatles. Vejamos:

1 – A capa é de Peter Blake, o mesmo autor da famosa capa do Sgt. Pepper’ Lonely Hearts Club Band.

2 – Glyn Johns é o produtor do album. Trata-se do mesmo produtor convocado, em 1970, para aproveitar o que havia de melhor nas gravações do projeto Get Back/Let It Be. Embora tenha feito um bom trabalho, sua seleção foi descartada, ficando o mesmo trabalho a cargo de Phil Spector, que resultou no Let It Be original. Johns também é apontado como o autor do primeiro ‘bootleg’ dos Beatles, chamado Kum Back.

3 – Ainda sobre a participação (ou não) de George Harrison, é um assunto controverso. Clapton vem negando, mas comenta-se também que seria para evitar que tal participação seja o principal foco sobre o álbum. Nos créditos está escrito que “Angelo Mysterioso” canta e toca violão em “I Will Be There”.

4 – Um pouco mais distante, mas também digna de nota é a participação de Henry Spinetti, baterista que tocou no Gone Troppo, álbum de George Harrison, e em dois de Paul McCartney, Ram e Choba B CCCP.

5 – Também merece ser lembrado que o próprio Eric Clapton também é um ‘Beatles related’, já que fez o solo de “While My Guitar Gently Weeps” e também parceiro de George Harrison em tantos projetos, como a turnê pelo Japão (a última do e-beatle). Ah, e pode-se dizer, foi o guitarrista da primeira formação da Plastic Ono Band, de John Lennon.

Acho que é só. Agora, com licença que vou passar o dia ouvindo o I Still Do.

[Colaborou com informações: Luis Pinheiro de Almeida]

Comente

Clique Aqui Para Comentar

Quer comentar?