paul mccartney capitol

Paul McCartney está de volta à Capitol Records, gravadora que lançou a maioria dos sucessos dos Beatles. Em um comunicado para divulgar o contrato, ele também revelou que trabalha em um novo álbum de estúdio. Anunciado como um “acordo histórico”, a parceria abrange todo o catálogo de gravações de McCartney pós-Beatles, desde seu primeiro álbum solo, lançado em 1970.

“Isso é realmente emocionante para mim”, diz o músico em nota. “A Capitol não só foi minha primeira gravadora nos EUA, como também estava na etiqueta do primeiro disco que comprei, ‘Be-Bop-A-Lula’, de Gene Vincent.”

O selo da Universal Music detém ainda os direitos de artistas como Demi Lovato, Sam Smith, Katy Perry, Jennifer Lopez e das bandas Iron Maiden, Interpol e Beastie Boys. McCartney, anteriormente associado à Concord, terá seu catálogo atendido pela empresa a partir de julho de 2017.

“É o retorno de um dos maiores artistas de todos os tempo ao lugar que primeiro lhe ajudou a mostrar sua incrível música para o mundo”, afirma Lucian Grainge, presidente da Universal Music. “Estamos entusiasmados por poder contribuir para o próximo capítulo de sua carreira.”