O LIVRO DA LIZZIE BRAVO

lizzie-bravoExistem milhares de livros sobre os Beatles. Sobre a história da banda, segredos por trás das músicas, sobre as gravações. Livros de fotos, livros de fatos, livros de fofocas. Alguns realmente muito bons.

Mark Lewisohn é um mestre, que vai atrás das informações como um Sherlock. O cara tá até escrevendo uma bíblia sobre os Beatles, em 3 volumes. Geoff  Emerick escreveu um livro incrível sobre as sessões das gravações. E ainda temos o Anthology, o livro do George Martin e edições de luxo, numeradas e assinadas de editoras como a Genesis-Publications, Taschen ou Curvebender.

Mas para quem gosta da banda, o livro da Lizzie Bravo é um dos mais legais e emocionantes que você vai ler. Ele não fala sobre técnicas de gravação, quem fez o quê, nem conta a história dos Fab Four. Mas o livro da Lizzie consegue fazer o que nenhum outro livro jamais conseguiu: ele leva você, quase literalmente, de volta à 1967, numa Londres efervesente, onde Sgt Pepper’s estava sendo gravado.

O livro é a transcrição do diário de uma adolescente, uma garota, que como eu, amava os Beatles. Que trocou Ipanema por Weybridge. Vieria Souto por Cavendish Av. O Beco das Garrafas pelo Café Wha. A praia de Copacabana pelos estúdios Abbey Road.

O diário de Lizzie é também, de alguma forma, o diário dos Beatles. Vemos ali o dia a dia de Lennon, McCartney, Harrison e Starr. Os Beatles saindo dos estúdios. Visitando as casas uns, dos outros. Tudo registrado por fotos incríveis, pessoais, próximas, muitas mal tiradas, foras de foco, o que só traz mais charme para o livro. Viajar no tempo através do diário de Lizzie é conhecer o dia a dia das Apple Scruffs e o que elas eram capazes de fazer e de passar para ficarem próximas dos garotos de Liverpool. E é incrível ver como elas ficaram próximas, como elas chegaram perto e a relação dos Beatles com elas.

O livro dá inveja, dá saudade, dá vontade de rir e de chorar. Ainda estou na metade da aventura de Lizzie Bravo, ainda nem cheguei na gravação de “Across the Universe”. Vou chegar lá devagarinho, para que essa viagem não acabe tão cedo.

Por Ricardo Ribeiro

Leia mais sobre Lizzie Bravo e seu livro: http://www.thebeatles.com.br/new/tag/lizzie-bravo/