A cidade de Araraquara, interior de São Paulo, pode se gabar de ter uma das ótimas bandas cover – ou melhor… “bandas tributo”, como observa o Beto Neves. Ele nos concedeu essa simpática entrevista, onde nos conta um pouco da sua história, da proposta da banda, do seu programa Beatlemania e sobre a sua segunda participação na BH Beatle Week, que acontece entre os dias 03 e 07 de agosto.

 

Há quanto tempo existe a banda Beatles Again?
A Beatles Again existe desde Abril de 1993, portanto completamos 23 anos há alguns meses. Toco Beatles desde meus 13-14 anos, nos anos sessenta. Inicialmente no piano, depois no violão e guitarra. Já tinha tido vários grupos, de MPB, Jazz, mas foi já chegando nos meus 40 anos que fiz minha primeira apresentação tocando só Beatles, no Clube Araraquarense, da minha cidade, a pedido da diretoria do clube que sabia da minha paixão pela banda inglesa. Aí nasceu a Beatles Again, e desde então nunca mais paramos, com muitas apresentações e historias para contar ao longo de todos estes anos. Uma das passagens que mais nos marcou foi nossa participação no Beatles Festival de 2001, em Ribeirão Preto, quando, entre 104 bandas inscritas de todo o pais e várias eliminatórias, ficamos entre os três finalistas.

Que equipamento vocês usam?
Na Beatles Again procuramos privilegiar mais o som do que o visual ou gestual, ou seja, não somos uma banda cover, e sim uma banda tributo aos Beatles. Recentemente fizemos um show em que mesclamos musicas com os arranjos e instrumentos originais dos Beatles, com versões acústicas com uso de instrumentos como Ukelele , acordeon, baixolão acústico e até viola caipira – é o nosso show “Beatles Again Eletrico-Acústico”, de 2014. Algumas músicas deste show vão entrar no set list do nosso show no Espaço CentoeQuatro ai na BH Beatle Week. Quanto aos instrumentos, usamos vários originalmente usados pelos Beatles, como os baixos Hofner e Rickenbaker, guitarras Rickenbaker de 6 e 12 cordas e Gretsch, violão Epiphone J160, gaita Honner.

Vocês vão tocar pela segunda vez na BH Beatle Week. Qual a expectativa? O que se lembram de 2015?
Recebemos com muita alegria o convite para voltar a BH neste festival fantástico, e desta vez com dois shows, dia 5/08, sexta, no Lord Pub, e dia 6/08, sábado, no espaço CentoeQuatro. Preparamos dois shows distintos para as duas noites, sendo que no Lord Pub teremos um set list mais dançante e agitado, com algumas baladas para os românticos de plantão. No CentoeQuatro teremos, como eu disse, algumas musicas em versões acústicas e alguns clássicos em versões originais dos Beatles, como a maravilhosa “She’s leaving home” e o medley final do Abbey Road. Em ambos os shows teremos algumas musicas de carreiras solo dos quatro Beatles, que para nós também fazem parte do universo musical Beatle.

Quanto ao ano passado, tocamos no Lord Pub, e temos muito boas lembranças do show, com uma plateia vibrante que nos ajudou a fazer um show com muita alegria do começo ao fim. Pudemos constatar in loco o que já escutávamos – BH é a cidade mais Beatlemaniaca do Brasil!

Como pintou a idéia do programa Beatlemania? Como funciona? Você faz tudo?
Em 2013 recebi o convite de um amigo que é coordenador de uma rádio universitária aqui de Araraquara, a Uniara FM, para fazer um programa sobre Beatles. Após alguns meses resolvi topar o desafio e lançamos um programa piloto, que teve grande aceitação. Desde então seguimos com o programa semanal, que vai ao ar nas quintas as 21h, com reprise aos domingos as 19h. O programa tem muitas sessões como História dos Beatles, Beatles em outros ritmos, Álbum do Dia, Beatles em outras línguas, Songfacts (historia de cada musica), entre outras. Em agosto agora completamos 3 anos de programa, que tem grande audiência aqui no interior de São Paulo , e em todo o Brasil , com a transmissão pela Internet. Com a recente parceria com o Portal Beatles Brasil, que desde este mês de Julho passou a retransmitir o programa, temos certeza que o alcance do Programa Beatlemania vai aumentar bastante, alcançando os Beatlefans pelo Brasil afora, e pelo mundo.

Você se lembra como conheceu os Beatles?
Sim, me lembro. Eu tinha uns onze anos e estava passando as férias em São Carlos na casa de meus avós. Estava andando no centro da cidade com uma tia minha, tia Cecília, quando ao passar em frente a uma loja de discos escutei uma música que chamou minha atenção, e quis saber o que era – era “She loves You” – foi paixão à primeira vista, ou à primeira ouvida. Minha tia comprou o compacto para mim, e aí começou toda minha história com os Beatles, que dura até hoje.

Dos shows de Paul e Ringo no Brasil, em quais você foi? Quais as melhores lembranças?
Fui a cinco shows do Paul no Brasil – o do Maracanã, de 21 de abril de 1990, o do Guiness Book, meu primeiro e inesquecível show do Paul, e ainda em 1993 no Pacaembu, em 2010 no Morumbi, em 2011 no Engenhão, em 2013 em BH, e em 2014 no Allianz Parque em São Paulo. Assisti um show do Ringo, em 2011, na sua primeira vinda ao Brasil. Os que mais me marcaram foram o do Maracanã, o primeiro, achei que a marquise do Maracanã fosse desabar de tanto que o povo pulava, e o de BH, onde ele estreou quatro músicas ao vivo – “Your Mother Should Know”, “Hi Hi Hi”, “All Together Now” e principalmente “Being For The Benefit of Mr Kyte”, por se tratar de música basicamente de John Lennon. Foi incrível!

Você também costuma viajar pro exterior, para conferir shows e eventos importantes. O que tem visto ultimamente?
Estive recentemente (em Abril deste ano) em Londres para assistir o especulo The Sessions, Abbey Road, no Royal Albert Hall, onde foi recriado cenograficamente o estúdio 2 de Abbey Road, com encenação de sessões de gravações dos Beatles. Foi um espetáculo visualmente muito bonito, mas quanto à parte sonora, de execução, me decepcionou um pouco, acho que estou ficando exigente. E um espetáculo que não se pode deixar de ver é o Love, no Mirage de Las Vegas, que acaba de completar dez anos em cartaz. Imperdível !

Voltando ao programa, você acaba de fechar uma parceria com o Portal Beatles Brasil. Desde quando conhece o site?
Conheço o site Beatles Brasil há uns 10 anos, e achava incrível termos um site no Brasil (na época era bastante incomum e o Facebook nem existia) exclusivamente dedicado aos Beatles. Desde então acompanho sempre as reportagens e seções do site, acho muito bom. Fiquei muito feliz com a parceira fechada para a divulgação do Programa Beatlemania, e tenho certeza que os Beatlemaniacos ligados no Portal vão gostar de mais esta novidade no portfolio do site.

Me fale um pouco sobre a Beatlemania aí em Araraquara. Tem muitos beatlemaníacos aí? Acontecem muitos shows?
Araraquara é uma cidade com muita gente ligada nos Beatles, e isto tem um pouco a ver com nossa história (banda Beatles Again) na cidade e região. Araraquara tem 250 mil habitantes, é uma cidade média, e o pessoal se liga muito nas coisas da própria cidade. Quando estivemos participando do Beatles Festival em 2001, a cidade inteira acompanhava, saia nos jornais, e quando fomos para a grande final houve até uma caravana da cidade para nos assistir em Ribeirão Preto. Nos nossos shows em Araraquara e região chegamos a levar duas mil pessoas, de todas as idades, ligadas nos Beatles. E isto está aumentando. Recentemente fizemos um grupo no Facebook chamado Beatles Araraquara, que em poucas semanas já tem 700 pessoas. Quem se interessar pode pedir o ingresso, serão muito bem-vindos.

Os Beatles seguem conquistando as novas gerações. E aí em casa, você passou a magia para filhos e netos?
Tenho quatro filhos e dois pequenos netos. Todos amam os Beatles, e três dos meus filhos são músicos, e as vezes tocam comigo nos shows da minha banda. Quanto aos meus pequenos Alice e Pedrinho, já assistem Beatles na tela do computador no meu colo, e ficam vidrados. Acho que está no sangue !